Violência Doméstica

5

No dia 07 de Março no Anfiteatro Dr. Nadim Cassamo, Maria Sopinho, chefe do Departamento do Gabinete de Atendimento à Família e Criança vítimas de Violência abordou aos estudantes do Instituto Superior de Comunicação e Imagem de Moçambique que a violência doméstica na capital moçambicana continua preocupante, facto que faz com que seja um Desafio muito grande do Gabinete de Atendimento à Família e Criança vítimas de Violência. Apontou a maneira como educamos os nossos filhos como a causa deste mal, “(…)o rapaz é ensinado desde pequeno que vai ser o sucessor e nos esquecemos da rapariga, eles crescem em desequilíbrio (…) e a mulher também sempre coloca-se naquela posição eu dependo do meu irmão, seja mais velho ou mais novo”.

A chefe do gabinete de atendimento à mulher e criança vítimas de violência doméstica na cidade de Maputo responsabiliza também aos progenitores pela falta de valores morais na nossa sociedade, “os pais hoje trabalham muito tempo fora de casa, estão mais preocupados com trabalho e esquecem-se do seu papel de pais e educadores, não têm tempo de conversar com os filhos, não têm tempo de escutar os problemas dos filhos”.